356 02/12/2021 às 07:45 - última atualização 02/12/2021 às 20:17

Justiça condenou motorista a 38 anos de prisão pela morte do servidor público Wátila Fêu em Linhares

Redação Em Dia ES

Acidente ocorreu em junho de 2020. A esposa da vítima sobreviveu à batida, mas teve sequelas
Justiça condenou motorista a 38 anos de prisão pela morte do servidor público Wátila Fêu em Linhares. Foto: Divulgação
A Justiça condenou a 38 anos de reclusão o motorista que matou o servidor público Wátila Fêu e feriu a esposa dele em um cruzamento da BR 101, em Linhares, em junho de 2020. Márcio Dias da Silva avançou o sinal vermelho e atingiu o casal que estava em uma motocicleta. O júri foi unânime em acatar a culpa de Márcio por homicídio e tentativa de homicídio, ambos triplamente qualificados, dolo eventual e perigo comum, além de omissão de socorro no trânsito e fraude processual, entre outros crimes. 

O homem também foi sentenciado pelo crime de desobediência, com pena de 4 meses de detenção e ao pagamento de 100 dias-multa. Quando atropelou o casal, Márcio Dias Silva cumpria em liberdade uma condenação por estupro. Como ambos os crimes são hediondos, ele terá que ficar pelo menos dois terços dessa nova condenação em regime fechado. O julgamento começou às 9h da manhã de quarta-feira (1) e terminou por volta de 21h no Fórum desembargador Mendes Wanderley, bairro Três Barras.

A morte do casal
O casal trafegava na motocicleta, no sentido Bairro Três Barras para o Jardim Laguna, e atravessava a BR-101, com o sinal verde naquele sentido, quando foi surpreendido pelo veículo de Márcio que não parou no sinal vermelho e atingiu a moto do casal em cheio. Com o impacto, Wátila e a esposa foram lançados vários metros no asfalto. Ele morreu na hora. Já a esposa foi socorrida e ficou internada. Ele se recuperou do acidente, mas sofre com algumas sequelas.

Imagens da câmera de videomonitoramento demonstraram que a preferência no momento da colisão era das vítimas que cruzavam a rodovia, assim como outros veículos, bicicletas e pessoas. As apurações demonstraram ainda que o acusado não tinha habilitação, havia ingerido bebidas alcóolicas e não respeitou o sinal vermelho para que parasse o veículo. 

Para o promotor de Justiça do MPES Bruno de Freitas Lima, que atuou no júri, a sentença reproduz integralmente o que estava na denúncia. “O Ministério Público trabalhou com os fatos que ora se mostram corretos. A sentença culmina um trabalho de investigação de sucesso, que demonstrou claramente o crime praticado”, avaliou. Márcio Dias da Silva também possui condenação transitada em julgado por receptação, possui registro por violência doméstica e já foi preso por dívida de pensão alimentícia.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Artigo de Opinião: sistema de transporte coletivo que promove justiça social Artigo de Opinião: sistema de transporte coletivo que promove justiça social
  2. 2

    2 - Detran|ES passa a emitir Licença de Aprendizagem para a renovação de CNH para PcD Detran|ES passa a emitir Licença de Aprendizagem para a renovação de CNH para PcD
  3. 3

    3 - Desabamento em Capitólio: confira as últimas atualizações sobre o desastre em MG Desabamento em Capitólio: confira as últimas atualizações sobre o desastre em MG
  4. 4

    4 - Como proteger os cães da queima de fogos de artifício com estampido Como proteger os cães da queima de fogos de artifício com estampido
  5. 5

    5 - Espírito Santo perdeu uma de suas maiores lideranças evangélicas Espírito Santo perdeu uma de suas maiores lideranças evangélicas
  6. 6

    6 - Corpos das vítimas do acidente que matou Marília Mendonça são liberados pelo IML Corpos das vítimas do acidente que matou Marília Mendonça são liberados pelo IML

Enquete

Resultado

Você sabe diferenciar uma fake news?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca