403 25/03/2022 às 09:00 - última atualização 12/04/2022 às 14:28

Consumo excessivo de alimentos gordurosos aumenta o risco de câncer de intestino

Redação Em Dia ES

Doença mata mais de 20 mil pessoas por ano no país e se manifesta a partir dos 50 anos, com incidência semelhante entre homens e mulheres
Guilherme Rebello é médico radioterapeuta do IRV. Foto: Hugo Boniolo
O câncer colorretal está entre os mais incidentes nos brasileiros, com cerca de 41 mil novos casos por ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). E um dos fatores de risco que age como um gatilho para o desenvolvimento da doença é a alimentação gordurosa e pobre em nutrientes.

Este tipo de tumor maligno é multifatorial e se desenvolve no cólon (intestino grosso) ou reto. No geral, a doença se manifesta a partir dos 50 anos, com incidência semelhante entre homens e mulheres.

O médico radioterapeuta Guilherme Rebello, do Instituto de Radioterapia Vitória (IRV), explica que sedentarismo e o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados são fatores de risco que precisam ser observados com atenção.

"A dieta rica em gordura e pobre em fibras pode alterar a concentração e o metabolismo de determinadas substâncias, podendo levar ao câncer. O recomendado é não consumir em excesso alimentos como bacon, salsicha, linguiça, salaminho, mortadela, carnes vermelhas, que possuem conservantes que são cancerígenos", afirma o médico.

O especialista recomenda ainda a adoção de uma rotina que inclua atividade física, uma vez que o sedentarismo contribui para o aumento de gordura visceral, o que é prejudicial à saúde.

Outros fatores de risco são histórico familiar de câncer de intestino, doença inflamatória como retocolite ulcerativa e doença de Crohn, tumor colorretal hereditário, polipose adenomatosa familiar (que causa numerosos pólipos no cólon) e síndrome de Lynch.

Os principais sintomas da doença são sangue nas fezes, alterações no âmbito intestinal com episódios de constipação e diarreia, dor abdominal, sensação de distensão abdominal, massa palpável no abdômen, perda de peso, fraqueza, anemia ou alteração no formato das fezes.

Exames preventivos
Reforçando a campanha Março Azul Marinho, criada para a conscientização sobre a prevenção do câncer colorretal, Guilherme Rebello alerta para a realização de exames preventivos anuais.

"O rastreamento pode ser feito através de dois exames: a pesquisa de sangue oculto nas fezes e da colonoscopia/retossigmoidoscopia. Esses exames devem ser iniciados a partir dos 50 anos – ou dos 40 anos, caso tenha fatores de risco, como história familiar desse câncer, doença inflamatória intestinal ou síndromes genéticas, como a de Lynch", explica.

De acordo com o médico, quanto mais cedo a doença for descoberta, maiores as chances de cura. 

O câncer colorretal mata mais de 20 mil pessoas por ano no Brasil, segundo o Atlas de Mortalidade por Câncer (2019).

Radioterapia
A radioterapia é um dos tratamentos utilizados no combate ao câncer colorretal, mas sua aplicação é recomendada de acordo com o estado e a localização do tumor.

"Em geral, a radioterapia é feita no cenário pré-operatório, com a intenção de causar maior diminuição possível do tumor, facilitando assim a sua remoção cirúrgica", disse.

Normalmente, a radioterapia é indicada em casos de câncer de reto; já o tumor de cólon é tratado com cirurgia e quimioterapia.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Por que é tão importante cortar o açúcar após um procedimento estético? Por que é tão importante cortar o açúcar após um procedimento estético?
  2. 2

    2 - Entenda o que é alopecia, doença de Jada Smith ironizada por Chris Rock no Oscar Entenda o que é alopecia, doença de Jada Smith ironizada por Chris Rock no Oscar
  3. 3

    3 - Consumo excessivo de alimentos gordurosos aumenta o risco de câncer de intestino Consumo excessivo de alimentos gordurosos aumenta o risco de câncer de intestino
  4. 4

    4 - ES chega a 14.299 mortes e 1.034.422 casos confirmados de Covid-19 ES chega a 14.299 mortes e 1.034.422 casos confirmados de Covid-19
  5. 5

    5 - Covid-19: ES chega a 13.867 mortes e 982.981 casos confirmados Covid-19: ES chega a 13.867 mortes e 982.981 casos confirmados
  6. 6

    6 - A gordofobia além da estética. Como lidar? A gordofobia além da estética. Como lidar?

Enquete

Resultado

O que mais incomoda na sua saúde no dia a dia?


  • Cansaço
  • Dor de Cabeça
  • Depressão
  • Estresse
  • Outros

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca