1025 28/09/2021 às 07:35 - última atualização 28/09/2021 às 20:03

Prefeito de São Mateus, Daniel Santana, é preso em operação da Polícia Federal

Redação Em Dia ES

Ele é acusado de fraudes em licitações, corrupção e lavagem de dinheiro. Esquema contava também com distribuição de cestas básicas como forma de apaziguar a população em relação aos atos ilícitos
Prefeito de São Mateus, Daniel Santana, é preso em operação da Polícia Federal. Foto: Reprodução
A Polícia Federal cumpre dezenas de mandados de prisão e de busca e apreensão no norte do Espírito Santo nesta terça-feira (28). Entre os detidos está o prefeito de São Mateus, Daniel Santana, uma das controladoras do município, além de empresários. Além de São Mateus, as prisões ocorrem também em Linhares e Vila Velha. 

Todos são suspeitos de organização Criminosa dedicada ao cometimento de fraudes em licitações, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. A Polícia Federal começou a investigar o caso após denúncias relatando a ocorrência de dispensa ilegal de licitações, com a exigência de percentual de propina sobre o valor das contratações públicas. O esquema contava também com distribuição de cestas básicas como forma de apaziguar a população em relação aos atos ilícitos.

As investigações preliminares mostram que o Prefeito de São Mateus, desde o seu primeiro mandato (2017/2020), organizou um modelo criminoso estruturado dentro da administração municipal dedicado ao cometimento de vários crimes e que se mantém até agora. Foi constatado o direcionamento fraudulento de licitações nos segmentos de limpeza, poda de árvores, manutenção de estruturas e obras públicas, distribuição de cestas básicas, kits de merenda escolar, aluguel de tendas, dentre outros. Algumas dessas licitações contavam com verbas federais que deveriam ter sido aplicadas no combate à pandemia de covid-19.

Segundo os levantamentos,  uma vez que empresas ligadas ao esquema “venciam” as licitações, estabelecia-se um valor a ser pago aos agentes públicos que variava de 10% a 20% do valor do contrato. Como forma de não gerar perdas aos empresários, a entrega de bens e serviços era identicamente reduzida, na proporção das propinas pagas.

Dentre o conjunto de empresas ilegalmente beneficiadas pelo esquema ilícito, há empresas do próprio Prefeito, que se valia de sócios de fachada (laranjas) para ocultar sua verdadeira condição de proprietário. O valor dos contratos celebrados pelo município com as empresas investigadas chega ao valor de R$ 43.542.007,20. Os advogados de defesa do prefeito Daniel Santana não foram localizados para falar sobre a prisão.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Julio de Castilhos assume comando do Ministério Público Eleitoral no ES Julio de Castilhos assume comando do Ministério Público Eleitoral no ES
  2. 2

    2 - TSE planeja regra para ‘secar’ receita de canais com conteúdo político na internet TSE planeja regra para ‘secar’ receita de canais com conteúdo político na internet
  3. 3

    3 - Eugênio Ricas é o novo superintendente da Polícia Federal no ES Eugênio Ricas é o novo superintendente da Polícia Federal no ES
  4. 4

    4 - Eduardo Leite, governador do RS, revela ser homossexual em entrevista Eduardo Leite, governador do RS, revela ser homossexual em entrevista
  5. 5

    5 - Marcos do Val empurra Luis Miranda e senadores separam. Veja vídeo Marcos do Val empurra Luis Miranda e senadores separam. Veja vídeo
  6. 6

    6 - Givaldo Vieira oficializará ida para o PSB em ato com Casagrande em Brasília Givaldo Vieira oficializará ida para o PSB em ato com Casagrande em Brasília

Enquete

Resultado

Você acompanha as ações dos eleitos nas eleições de 2020?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca