682 13/02/2020 às 13:04 - última atualização 13/02/2020 às 20:14

MPC deve emitir parecer sobre as contas de 2012 da prefeitura de Linhares nos próximos 30 dias

Redação Em Dia ES

O pedido de reconsideração foi apresentado em maio de 2019 e após parecer do MPC a decisão segue para o Tribunal de Contas que deve julgar ainda esse ano
MPC deve emitir parecer sobre as contas de 2012 da prefeitura de Linhares nos próximos 30 dias. Fotos: divulgação
O Ministério Público de Contas do Espírito Santo (MPC/ES), recebeu em dezembro de 2019 o recurso sobre as contas de 2012 do prefeito na época Guerino Luiz Zanon, para emissão de parecer do Procurador Luciano Vieira, o que deve ocorrer de acordo com o MPC nos próximos 30 dias e explica que posterior decisão do órgão, o mesmo segue para analise e voto do relator, o conselheiro Rodrigo Taufner, que encaminha ao plenário do Tribunal de Contas para ser julgado.

Nessa terça-feira (12), o Tribunal de Contas rejeitou as contas de 2016 do ex prefeito de Linhares Nozinho Correa, que trás irregularidades parecidas identificadas também nas contas de 2012 do prefeito na época Guerino Zanon. Caso haja o mesmo entendimento por parte do Tribunal de Contas, posterior a decisão, segue para a Câmara Municipal de Linhares para aprovação ou rejeição, sendo necessário 2/3 dos votos.

O MPC afirma que as irregularidades são o não recolhimento de contribuições previdenciárias patronais e retidas dos servidores e pelo descumprimento do artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), por não deixarem recursos em caixa para pagar as despesas contraídas nos últimos oito meses de mandato. 

O órgão ministerial pontua, no recurso relacionado ao município de Linhares, que foram retidos dos servidores os valores totais de R$ 1.970.832,49 e R$ 2.188.224,49, a título de contribuição previdenciária, mas não houve o repasse do montante correspondente ao Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores (IPAS) e ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), respectivamente, durante o exercício de 2012. O Tribunal afastou essa irregularidade alegando que ela teve origem em omissão do gestor anterior, o que para o MPC não é suficiente para afastar a responsabilidade do prefeito do exercício de 2012, que deveria ter regularizado a situação.

Além de pedir a rejeição das contas do gestor da época, prefeito Guerino Zanon, o órgão ministerial requer que os pareceres prévios emitidos sejam anulados, tendo em vista que a Corte de Contas colocou no campo da ressalva, sem analisar os fatos, a irregularidade de contratação de despesas em final de mandato sem disponibilidade financeira para pagamento, prevista no artigo 42 da LRF.



Clique aqui para fazer download do recurso de reconsideração do Ministério Público de Contas do ES.

 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Saída de Teich é a décima mudança ministerial no governo Saída de Teich é a décima mudança ministerial no governo
  2. 2

    2 - Aprovação de Trump cai com escalada de mortos por covid-19 nos EUA Aprovação de Trump cai com escalada de mortos por covid-19 nos EUA
  3. 3

    3 - Bolsonaro diz que decisão de Moraes foi 'política' e que vai recorrer da suspensão de ... Bolsonaro diz que decisão de Moraes foi 'política' e que vai recorrer da suspensão de ...
  4. 4

    4 - Centrão sai em defesa de Bolsonaro e diz não haver clima para impeachment Centrão sai em defesa de Bolsonaro e diz não haver clima para impeachment
  5. 5

    5 - Projeto de Marcos Garcia quer evitar que clientes precisem ir aos bancos Projeto de Marcos Garcia quer evitar que clientes precisem ir aos bancos
  6. 6

    6 - Liberadas emendas e indicações do deputado Marcos Garcia para saúde e educação Liberadas emendas e indicações do deputado Marcos Garcia para saúde e educação

Enquete

Resultado

Você acha que o Isolamento social é a melhor estratégia de combate ao coronavírus?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca