777 25/11/2021 às 08:30 - última atualização 25/11/2021 às 20:39

Bolsonaro e PL chegam a um acordo e filiação será dia 30

Redação Em Dia ES

A nova data é marcada após o adiamento da filiação de Bolsonaro, que estava marcada antes para o dia 22 de novembro
Bolsonaro e PL chegam a um acordo e filiação será dia 30. Foto: REUTERS/Adriano Machado
Depois de dois anos sem partido, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acertou filiação ao PL com o presidente da legenda, Valdemar Costa Neto: o ato está marcado para o dia 30 de novembro.

A nova data é marcada após o adiamento da filiação de Bolsonaro, que estava marcada antes para o dia 22 de novembro.

O cancelamento do evento ocorreu devido a entraves em alianças regionais. O cenário melhorou depois que Valdemar organizou uma carta branca dos diretórios estaduais para que ele pudesse negociar uma situação de cada estado conforme achasse melhor para viabilizar a entrada de Bolsonaro.

O cálculo do presidente do PL é pragmático e visa aumentar a bancada de deputados e senadores. O “pacote dos sonhos” de Bolsonaro inclui, além do ministro Tarcísio Freitas para o Palácio dos Bandeirantes, a candidatura ao Senado da deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP).

Bolsonaro também negociou, sem sucesso, com outras legendas, entre elas PMB, Patriota, PRTB, PTB e PP. Em 25 de outubro, o presidente do PL publicou um vídeo com um convite oficial de filiação ao presidente, seus filhos e aliados. No partido, Bolsonaro tem o apoio da ministra Flávia Arruda (Secretaria de Governo), além de enfrentar menos resistência nos diretórios estaduais do que no PP de Ciro Nogueira.

Eis a íntegra da nota do PL:
A filiação do Presidente Bolsonaro ao PL será oficializada no próximo dia 30, 10h30, em reunião a ser realizada em Brasília, nas dependências do complexo Brasil 21.

A definição da data é produto de encontro que, na tarde de hoje, 23, reuniu o presidente da República e o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto

Jornalista Vladimir Porfírio

Assessoria de imprensa do PL nacional

“Tô louco para entregar isso aqui”, diz Bolsonaro sobre o Planalto
O presidente Jair Bolsonaro disse na manhã desta quarta-feira (24) que gostaria de deixar a presidência. Falou a apoiadores no cercadinho do Palácio da Alvorada.

“Tô louco pra entregar isso aqui”, disse Bolsonaro. O público rebateu dizendo que ele deveria ficar mais tempo. “Entrega não”, pede um apoiador. Outro completa: “Aguenta mais 4, mais 8 [anos]”.

Em seguida, fez mais um desabafo, dessa vez sobre o Palácio da Alvorada: “bom para visitar, para morar não é bom não”.

Bolsonaro disse que a partir de 22 de dezembro vai tirar “uma folga” até o Ano Novo.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - PSD oficializa candidatura de Guerino Zanon ao governo do ES PSD oficializa candidatura de Guerino Zanon ao governo do ES
  2. 2

    2 - PSTU lança Capitão Sousa ao governo do ES e Filipe Skiter ao Senado PSTU lança Capitão Sousa ao governo do ES e Filipe Skiter ao Senado
  3. 3

    3 - Audifax confirma candidatura ao governo, mas sem nome de vice e apoio ao Senado Audifax confirma candidatura ao governo, mas sem nome de vice e apoio ao Senado
  4. 4

    4 - PL lança Manato na disputa ao governo do ES, mas sem definição de vice PL lança Manato na disputa ao governo do ES, mas sem definição de vice
  5. 5

    5 - Eleição fora de época: Doutor Antônio é eleito prefeito de Itapemirim Eleição fora de época: Doutor Antônio é eleito prefeito de Itapemirim
  6. 6

    6 - Milton Ribeiro entrega pedido de exoneração a Bolsonaro Milton Ribeiro entrega pedido de exoneração a Bolsonaro

Enquete

Resultado

Você acompanha as ações dos eleitos nas eleições de 2020?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca