608 25/06/2020 às 16:43

Bolsonaro anuncia Carlos Decotelli como novo ministro da Educação

Redação Em Dia ES

É o terceiro titular da pasta desde o início do governo
Bolsonaro anuncia Carlos Decotelli como novo ministro da Educação. Foto Divulgação
O presidente Jair Bolsonaro anunciou, na tarde desta quinta-feira (25), que o professor Carlos Alberto Decotelli da Silva será o novo ministro da Educação. O decreto de nomeação foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. Em uma postagem nas redes sociais, Bolsonaro publicou uma foto ao lado de Decotelli e destacou sua formação acadêmica.
  
- Informo a nomeação do Professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o cargo de Ministro da Educação.

- Decotelli é bacharel em Ciências Econômicas pela UERJ, Mestre pela FGV, Doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha.

O novo ministro ocupava até recentemente o cargo de presidente do Fundo Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação, responsável por executar parte das ações da pasta relacionadas à educação básica em apoio aos municípios, como alimentação e transporte escolar. Ele entra no lugar de Abraham Weintraub, demitido na semana passada. É o terceiro ministro a comandar o MEC desde o início do governo Bolsonaro.
 
Segundo informações oficiais, Decotelli atuou durante toda a transição de governo após a eleição de Bolsonaro, em 2018, e ajudou a definir ideias e novas estratégias para as políticas educacionais da atual gestão. Financista, autor de livros e professor, Decotelli fez pós-doutorado na Bergische Universitãt Wuppertal (Alemanha), é doutor em administração financeira pela Universidade Nacional de Rosário (Argentina), mestre em administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), possui MBA em administração também pela (FGV) e é bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). O novo ministro ainda passou pelas Forças Armadas como professor, e atualmente é oficial da reserva da Marinha.
 
Terceiro ministro em 18 meses
Decotelli será o terceiro ministro da Educação em um ano e meio de governo Bolsonaro, e não vinha figurando nas listas de cotados para assumir o MEC. Antes dele, ocuparam o cargo Ricardo Vélez Rodríguez e Abraham Weintraub.

Vélez ficou menos de quatro meses no MEC, e Weintraub, pouco mais de um ano. Ambos colecionaram polêmicas durante suas gestões e tiveram saídas turbulentas.

Weintraub, por exemplo, está respondendo a um processo em que é acusado de racismo e pode ser incluído no chamado inquérito das fake news, em que o STF (Supremo Tribunal Federal) apura ameaças, ofensas e disseminação de notícias falsas sobre a Corte. Na reunião ministerial de 22 de abril, o ex-ministro chamou os integrantes do Supremo de "vagabundos" e defendeu a prisão deles.

Weintraub também enfrentou protestos em todo o país depois de anunciar o contingenciamento de verbas para universidades federais e prometer cortar recursos de instituições onde houvesse, em suas palavras, "balbúrdia".

Vélez, por sua vez, chegou a pedir que alunos fossem filmados cantando o hino nacional e defendeu a revisão da abordagem em livros didáticos para que o golpe militar de 1964 e os 21 anos de ditadura que vieram em seguida não fossem tratados como um regime autoritário, mas como um "regime democrático de força".
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Por que ex-aliados do presidente adotaram termo 'bolsopetismo' para atacar governistas Por que ex-aliados do presidente adotaram termo 'bolsopetismo' para atacar governistas
  2. 2

    2 - Ator Mário Frias é nomeado e sucederá Regina Duarte como secretário de Cultura Ator Mário Frias é nomeado e sucederá Regina Duarte como secretário de Cultura
  3. 3

    3 - Saída de Teich é a décima mudança ministerial no governo Saída de Teich é a décima mudança ministerial no governo
  4. 4

    4 - Aprovação de Trump cai com escalada de mortos por covid-19 nos EUA Aprovação de Trump cai com escalada de mortos por covid-19 nos EUA
  5. 5

    5 - Bolsonaro diz que decisão de Moraes foi 'política' e que vai recorrer da suspensão de ... Bolsonaro diz que decisão de Moraes foi 'política' e que vai recorrer da suspensão de ...
  6. 6

    6 - Centrão sai em defesa de Bolsonaro e diz não haver clima para impeachment Centrão sai em defesa de Bolsonaro e diz não haver clima para impeachment

Enquete

Resultado

Você acha que o Isolamento social é a melhor estratégia de combate ao coronavírus?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca