260 09/09/2021 às 18:24

Produção indústrial do ES sobe 9,4% em julho comparado ao mesmo mês do ano passado

Redação Em Dia ES

No comparativo de julho ante junho deste ano, a alta no Estado foi de 3,7%, segundo o IBGE
Produção indústrial do ES sobe 9,4 em julho comparado ao mesmo mês do ano passado. Foto Dmytro Smolyenko/ Ukrinform/Barcroft Media via Getty Images)
A produção industrial do Espírito Santo subiu quase 9,4% em julho ante o mesmo mês do ano passado e foi a mais alta entre os entes do Brasil. Já no acumulado de janeiro a julho deste ano, a alta foi de 11%. A Produção Industrial Mensal (PIM) do Espírito Santo cresceu 3,7%, no mês de julho, em comparação com o mês imediatamente anterior. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desempenho dos segmentos da indústria do ES 
Nos setores industriais avaliados separadamente, na comparação entre o acumulado de janeiro a julho de 2021 com o mesmo período de 2020, a atividade que teve maior destaque foi a de fabricação de papel e celulose, com alta de 36,3%, seguida pela fabricação de produtos minerais não-metálicos (36%) e metalurgia (34,6%).

Também tiveram resultados positivos as indústrias de transformação (28,2%) e a fabricação de produtos alimentícios (9,8%). O único segmento que obteve desempenho negativo, na mesma base de comparação, foi a indústria extrativa (-13,4%).

No comparado os meses de julho de 2021 e julho de 2020, a indústria geral produziu 9,4% a mais neste ano, o melhor resultado do país. O desempenho deve-se principalmente à performance da metalurgia, com alta de 76,3%. Outros setores também tiveram destaque como a transformação (21,9%), fabricação de produtos de minerais não-metálicos (21,7%) e fabricação de celulose, papel e produtos de papel (10,4%).
  
Em relação a julho de 2020, sete estados apresentaram alta 
Na comparação com julho do ano passado, cujo crescimento nacional foi de 1,2%, sete dos 15 locais pesquisados apresentaram avanço na produção. Espírito Santo (9,4%), Minas Gerais (8,6%), Paraná (8,2%) e Santa Catarina (7,8%) tiveram as maiores altas. Rio de Janeiro (2,8%), Rio Grande do Sul (2,4%) e São Paulo (1,3%) completaram o conjunto de locais com crescimento em julho.

Por outro lado, Bahia (-12,2%), Pará (-10,9%) e Região Nordeste (-9,6%) tiveram as quedas mais intensas nesta comparação, seguidos por Pernambuco (-8,6%), Amazonas (-8,1%), Ceará (-3,2%), Mato Grosso (-3,1%) e Goiás (-3,0%). Vale citar que julho de 2021 (22 dias) teve um dia útil a menos do que igual mês do ano anterior (23).

Bernardo Almeida, analista da PIM, ressalta que, nesse mês, os resultados positivos elevados na comparação com julho de 2020 são influenciados, em grande parte, pela baixa base de comparação.

"No mesmo mês do ano passado, o setor industrial ainda se encontrava pressionado pelas paralisações ocorridas em diversas plantas industriais, mas já ensaiava o início da retomada de produção, devido à flexibilização de medidas de isolamento social", finaliza.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Bolsonaro aumenta imposto o IOF para garantir recursos do Auxílio Brasil Bolsonaro aumenta imposto o IOF para garantir recursos do Auxílio Brasil
  2. 2

    2 - Investimentos de municípios capixabas subiram 37% em 2020 Investimentos de municípios capixabas subiram 37% em 2020
  3. 3

    3 - Novos projetos são apresentados em encontro de colaboradores do Banestes Novos projetos são apresentados em encontro de colaboradores do Banestes
  4. 4

    4 - Cesta básica cai 0,92% e custa R$ 611 na capital do Espírito Santo Cesta básica cai 0,92% e custa R$ 611 na capital do Espírito Santo
  5. 5

    5 - Condições exclusivas de financiamento em energia fotovoltaica para empreendedores rurais Condições exclusivas de financiamento em energia fotovoltaica para empreendedores rurais
  6. 6

    6 - Promulgada lei que define valor do salário mínimo em R$ 1.100 em 2021 Promulgada lei que define valor do salário mínimo em R$ 1.100 em 2021

Enquete

Resultado

Você sabe diferenciar uma fake news?


  • Sim
  • Não
  • não sabe

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca