236 30/06/2020 às 07:00 - última atualização 30/06/2020 às 18:51

Dívidas na Serasa ciadas em agências dos Correios

Redação Em Dia ES

Débitos podem ser refinanciados em 7 mil pontos de atendimento
Dívidas na Serasa ciadas em agências dos Correios. Foto: Divulgação
A partir desta segunda-feira (29), os devedores com o nome inscrito na Serasa poderão renegociar os débitos atrasados ou negativados em mais de 7 mil agências dos Correios espalhadas por todo o Brasil. Com descontos que podem chegar a 90%, os refinanciamentos podem ser feitos diretamente nos guichês de atendimento.

Segundo a Serasa, a parceria com os Correios é importante para ajudar a parcela da população sem acesso à internet. O processo é rápido. Basta o consumidor ir à agência mais próxima com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e algum documento oficial com foto e pedir o serviço Serasa Limpa Nome no balcão. A consulta e a impressão do boleto para o pagamento levarão de dois a cinco minutos.

Esse é o terceiro serviço oferecido pela Serasa nas agências dos Correios. Atualmente, o cliente também pode verificar a situação do CPF por meio do serviço Meu Serasa e analisar o CPF, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e a pontuação na Serasa de terceiros por meio do serviço “Você Consulta”. A consulta aos dados de terceiros permite proteger o consumidor de fraudes e de prejuízos com quem se deseja fazer uma negociação.

Relançado há quase dois anos, o Serasa Limpa Nome fechou mais de 9,7 milhões de acordos e concedeu mais de R$ 344 bilhões em descontos na plataforma. Além das agências dos Correios, o serviço de renegociação está disponível no site da Serasa e nos pontos de atendimento da empresa.

Taxas
Para usar os serviços da Serasa nos Correios, o consumidor precisa pagar taxas de administração. Cada dívida renegociada custa R$ 3,60. A impressão da segunda via de boletos custa R$ 2,60 por acordo. O serviço Meu Serasa, de autoconsulta, custa R$ 14. O serviço Você Consulta, para análise de dados de terceiros, cobra R$ 21,60.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Banestes atinge volume de R$ 195,7 milhões liberados nas linhas de crédito emergencial Banestes atinge volume de R$ 195,7 milhões liberados nas linhas de crédito emergencial
  2. 2

    2 - 37 mil militares receberam auxílio emergencial, mostra relatório do governo 37 mil militares receberam auxílio emergencial, mostra relatório do governo
  3. 3

    3 - Secont debate com municípios ações de controle e transparência no combate ao Covid-19 Secont debate com municípios ações de controle e transparência no combate ao Covid-19
  4. 4

    4 - Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus Governo zera impostos de produtos usados no combate ao coronavírus
  5. 5

    5 - Depois de anunciar sanção, Bolsonaro diz que ainda espera MP para oficializar auxílio de ... Depois de anunciar sanção, Bolsonaro diz que ainda espera MP para oficializar auxílio de ...
  6. 6

    6 - Bandes amplia serviços on-line Bandes amplia serviços on-line
 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca