1114 18/01/2022 às 08:00 - última atualização 31/01/2022 às 19:32

Leitura Em Dia: A leitura e a arte de escolher

Por João Fiorot _ #1

Redação Em Dia ES

A leitura evoluiu muito até os dias de hoje e, na internet, quem não escolhe bem, acaba lendo qualquer coisa
Leitura Em Dia: A leitura e a arte de escolher. Arte: A. Sérgio Pôrto
No século XV, Gutenberg não tinha como prever o mundo que surgiria motivado pelas possibilidades de sua inovadora invenção. Aquilo que passava a ser transmitido através dos impressos, principalmente as ideias, começou a ser copiado, reproduzido e distribuído com mais facilidade — especialmente, se comparado a quando tudo era feito à mão, com a ponta da pena encharcada de tinta sobre os pergaminhos dispostos em rolos. A leitura e a escrita sofreram várias transformações antes e depois desse breve recorte, o que serve para ilustrar que todo esse desenvolvimento é o caminho trilhado pela palavra até ela repousar nas telas dos smartphones nos quais lemos inúmeros textos como este e toda e qualquer informação pode ser conferida em fontes variadas a apenas alguns links de distância. 

Todo esse processo também influencia a maneira como compartilhamos, interagimos e aprendemos com as ideias e vivências uns dos outros enquanto sociedade. 

O desenvolvimento sugere evolução e melhoria, mas passadas duas décadas do século XXI, os conflitos que atravessamos evidenciam ainda mais a importância da leitura para participar do espaço que a internet nos deu, apesar de seguirmos nos digladiando para promover informações verídicas e confiáveis, compartilhadas com responsabilidade em meio a tanta desinformação. E apesar de essa ser uma discussão em vigência, não é necessariamente um assunto novo. Há 21 anos, Pierre Lévy, professor e estudioso de tecnologias e comunicação, esteve no centro do Roda Vida falando justamente sobre como a alfabetização é a base para a participação social moderna, especialmente na internet. Um de seus livros de maior sucesso sobre o tema é o aclamado “Cibercultura'', datado de 1997. 

Por alfabetização, vale ressaltar, não podemos mais considerar apenas a habilidade de decodificar as palavras, mas interpretar seus significados em contextos que não são oferecidos tão somente pelo texto, são também sociais, históricos, políticos etc. Essa alfabetização precisa ser também crítica e cidadã. Não é exagero pensar que nem sempre esses critérios são levados em conta na rede, onde ainda é relativamente comum encontrarmos, não apenas nos comentários dos usuários comuns, mas nas próprias postagens de comunicadores, influenciadores e veículos de informação, opiniões e versões estapafúrdias dos fatos — por vezes, externando as mais diversas formas de preconceito e visões conspiratórias da realidade.

Assim, ao observar a imensidão de possibilidades que a internet proporciona, uma capacidade deficitária de ler e compreender pode ser, além de limitadora, bastante nociva. A rede se tornou um centralizador para a comunicação de ideias e informações, desenvolvimento de tecnologias e negócios, realização de estudos, pesquisas e trabalhos além de tantas outras ações da vida cotidiana e toda essa centralização pode ser impactada negativamente pela má compreensão de informações ou a baixa capacidade para descartar aquilo que é produzido de má fé.

Por fim, em sua origem etimológica, a palavra leitura vem do latim que também queria dizer escolha. O que faz com que saibamos que o “x” de “xadrez” tem um som diferente do “x” de “exato” é a capacidade de ler e interpretar o som das letras de forma eficiente. É uma escolha. Essa é uma habilidade objetiva, possibilitada pelo aprendizado e pela prática constante. Para um nível mais complexo de leitura, não é diferente: o que faz com que as pessoas saibam que estão recebendo informações e opiniões verdadeiras e pertinentes é essa mesma capacidade de ler e interpretar de forma eficiente. Também são escolhas. E, novamente, isso é uma habilidade objetiva possibilitada pelo aprendizado e pela prática constante. Mas será, então, que não ler ou não aprender a ler melhor é uma questão de escolha na atualidade?

O artigo publicado é de inteira responsabilidade exclusiva de seu autor e não representam as ideias ou opiniões do site EMDIAES.
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Bolsonaro veta nova Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões para Cultura Bolsonaro veta nova Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões para Cultura
  2. 2

    2 - Cultura popular capixaba de luto; morre Mestre Terto Cultura popular capixaba de luto; morre Mestre Terto
  3. 3

    3 - Leitura Em Dia | Lygia Fagundes Telles. Um adeus Leitura Em Dia | Lygia Fagundes Telles. Um adeus
  4. 4

    4 - Atrativos turísticos capixabas são apresentados em feira no Rio Grande do Sul Atrativos turísticos capixabas são apresentados em feira no Rio Grande do Sul
  5. 5

    5 - Leitura Em Dia | Não seria melhor ler algo mais fácil? Leitura Em Dia | Não seria melhor ler algo mais fácil?
  6. 6

    6 - Leitura Em Dia: Eu leio gente morta! Leitura Em Dia: Eu leio gente morta!

Enquete

Resultado

Você sabe diferenciar uma fake news?


  • Sim
  • Não

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca