Julieverson Figueredo

Por Julieverson Figueredo

Graduando em Estudos de Mídia pela UFF. Editor, Colunista e Social Media no Em Dia ES. Nas redes sociais é @julieversonfig.

Por Julieverson Figueredo

Graduando em Estudos de Mídia pela UFF. Editor, Colunista e Social Media no Em Dia ES. Nas redes sociais é @julieversonfig.

Morenna, a capixaba diva do Tropical Pop brasileiro

A artista, natural de Vila Velha, surgiu na cena nacional em 2017 com o grupo de hip-hop Solveris, no qual era cantora, stylist e diretora artística. Buscando desenvolver uma carreira solo, lançou em 2018 o EP Blá Blá Blá, cujo single da música homônima chamou a atenção de nomes como Emicida, Baco Exu do BIues e Tropkillaz. 



Em 2020 assinou com a Warner Music Brasil, mesma gravadora que lança nomes como Anitta, IZA e Ludmilla. Em 2021 lançou três singles: Videogame com as participações de DaLua e Lotto, Açaí em parceria com Pablo Bispo e Ruxell e Me Acabo com participação de RDD (ÀTTØØXXÁ). Os clipes destes três trabalhos são superproduções incríveis com qualidade estética digna de artistas consagrados e já acumulam quase dois milhões de views no Youtube. 



Todo seu trabalho e dedicação vem rendendo a Morenna reconhecimento nacional. Ela foi a primeira mulher capixaba a ser indicada ao prêmio MTV MIAW na categoria "Prestatenção", que destaca promessas e revelações do pop nacional.

Morenna cresceu rodeada por música. Seu pai, paulista, trazia para casa referências da música clássica, e sua mãe, carioca de família de músicos, garantia o samba e a black music. Morenna traz influências que vão de Rihanna a Clara Nunes. Com ascendência afro-indígena e um trabalho plástico que envolve, além da música, a moda e o design num mix único de popular e vanguarda, a artista participa de cada um desses aspectos de seu trabalho, incluindo coreografia, roteiro, direção visual de clipes, composição e produção das canções. Uma artista completa!



Ouça o POP Em Dia na sua plataforma favorita

Os podcasts do Em Dia ES estão disponíveis em todas as plataformas de streaming. Busque por "Em Dia ES" em seu agregador de áudio favorito.

Dan Abranches e a liberdade de ser quem se é

O cantor Dan Abranches é convidado deste episódio do podcast POP Em Dia. O capixaba lançou em agosto seu primeiro disco de carreira, TITAN, com dez faixas. Um álbum forte e intenso, como ele mesmo o descreve. 

As músicas do projeto refletem cada fase de sua vida, e no disco, Dan experimenta diferentes ritmos e timbres. Nessa experiência sensorial, gêneros como Blues, R&B, jazz, neo Soul, Rock, Progressivo, Trap, Folk e Emo foram bastante explorados. 

TITAN é um desabafo sincero que representa tanto a tristeza profunda quanto o respiro aliviado de poder ser quem se é. Na entrevista, o Dan falou mais sobre o projeto.



Eu escolhi esse nome, TITAN, porque além de representar a palavra "gigante", fala sobre algo mais espacial, galáxia e outros planetas. E no meu primeiro EP eu já vinha com o conceito do nome de cada música ter uma pedra, tipo Ruby, Quartz, Gold. E nome representa também tudo o que eu passei até chegar nesse álbum, todo o processo que me fez desabrochar e descontruir muita coisa até chegar nesse trabalho, e a coragem de soltar ele para o mundo
(Dan Abranches para o podcast POP Em Dia)



Ouça o POP Em Dia na sua plataforma favorita

Os podcasts do Em Dia ES estão disponíveis em todas as plataformas de streaming. Busque por "Em Dia ES" em seu agregador de áudio favorito.

Live de lançamento
Dan Abranches realizou uma live de lançamento de seu novo álbum na última quinta-feira (2), no seu canal do YouTube. Assista!

THI e o poder da música e da dança

Em agosto deste ano, o município de Linhares, no norte do Espírito Santo, comemora 221 anos. Para celebrar a data, o podcast POP Em Dia recebe ao longo deste mês artistas locais para um papo sobre sua relação com a cidade de Linhares além, é claro, da carreira deste artista, seus trabalhos e últimos lançamentos.

Nesta semana, a conversa é com o THI, cantor, compositor e dançarino, que ficou conhecido através de seu canal do YouTube PlayDance, com vídeos de dança, e hoje tem um trabalho musical autoral. Para o POP Em Dia, o THI falou sobre o início de sua carreira, os desafios e as conquistas ao longo desse percurso.



A dica que eu daria para quem está começando agora na carreira artística, é que primeiramente em tudo o que a pessoa for fazer, que faça com todo amor e dedicação ao máximo. Faça questão de demonstrar que tudo o que você estiver fazendo tem uma garra, e que você não pensa em desistir em momento algum. Por mais que exista vários empecilhos no meio do caminho, você precisa mostrar que veio para ficar, sabe?! Esse é o conselho que eu dou. Mostre quem você é, mostre que você não vai desistir por nada!
(THI para o podcast POP Em Dia)



Ouça o POP Em Dia na sua plataforma favorita

Os podcasts do Em Dia ES estão disponíveis em todas as plataformas de streaming. Busque por "Em Dia ES" em seu agregador de áudio favorito.

Alemão do Forró, o rei do forró capixaba, fala de sua relação com a cidade de Linhares

Em agosto deste ano, o município de Linhares, no norte do Espírito Santo, comemora 221 anos. Para celebrar a data, o podcast POP Em Dia recebe ao longo deste mês artistas locais para um papo sobre sua relação com a cidade de Linhares além, é claro, da carreira deste artista, seus trabalhos e últimos lançamentos.

Nesta semana, a conversa é com Alemão do Forró, o rei do forró capixaba como é intitulado, que é um dos maiores artistas do Estado, conhecido em todo Brasil. Alemão, que também já realizou apresentações fora do país, arrasta multidões por onde passa. Nas redes sociais, reúne milhares de seguidores, e suas músicas e videoclipes somam milhões de acessos.


"Tenho uma relação de muito orgulho e de muito carinho com a cidade de Linhares e por ter nascido aqui. Amo demais esse lugar. Já recebi convites para me mudar para outros lugares, mas permaneço em Linhares. A sede da banda é aqui, o escritório é aqui e eu estou muito feliz"
(Alemão do Forró para o podcast POP Em Dia)



Ouça o POP Em Dia na sua plataforma favorita

Os podcasts do Em Dia ES estão disponíveis em todas as plataformas de streaming. Busque por "Em Dia ES" em seu agregador de áudio favorito.

POP Em Dia: Linn da Quebrada se redescobre em seu "Trava Línguas"

"Quem soul eu?" perguntou um dia Linn da Quebrada ao mirar-se no espelho. Ela, que já enviadesceu, foi bixa preta, mulher e bixa travesty, encarou seu reflexo bem de perto e de um jeito diferente. Mirou a si mesma com um olhar nu e de alma crua. "Quem soul eu?", repetiu. E naquele instante soube que para se descobrir, Linn precisaria descobrir não só de onde vinha, mas onde estava. E para onde almeja ir. Seu novo disco, "Trava Línguas", é o ponto de intersecção entre todas essas indagações.
"Trava Línguas foi um processo muito enriquecedor, que me serviu como bússola. Uma bússola apontada para o meu próprio corpo, que fez com que eu tivesse que voltar para mim mesma. Com esse processo, mais uma vez, eu me debruço sobre o próprio processo para além do produto, e nesse processo investigativo eu entendo que para saber quem sou eu, antes que qualquer outra coisa, eu preciso saber de onde eu vim, de onde eu venho, daquelas que vieram antes de mim"
(Linn da Quebrada para o podcast POP Em Dia)



As 11 faixas do projeto apresentam-se como as diferentes possibilidades de fuga e reencontro de Linn consigo mesma. Como um espelho multifacetado, Linn está projetada nos mínimos detalhes ao longo de todo o álbum, cuja produção musical foi compartilhada entre ela, a produtora e DJ BADSISTA e a percussionista Dominique Vieira. 



Acompanhe a entrevista na sua plataforma de streaming favorita

Em "Trava Línguas", Linn colaborou com Luiza Nascim, em “dispara” e Ventura Profana, em “eu matei o júnior”. Das onze faixas que compõem o repertório do disco, sete são de autoria da própria Linn da Quebrada. As exceções são: “amor amor”, que foi escrita por Castiel Vitorino Brasileiro, psicóloga e artista visual capixaba; “dispara”, que traz composição de Luiza Nascim e Dominique Vieira, além da própria Linn; “medrosa”, que trata-se originalmente de falatórios de Stela do Patrocínio (in memoriam); além de “pense & dance”, que é assinada por Linn e Rodrigo Polla.

Os podcasts do Em Dia ES estão disponíveis em todas as plataformas de streaming. Busque por "Em Dia ES" em seu agregador de áudio favorito.

Fique em dia

Logomarca