271 13/05/2022 às 08:30 - última atualização 13/05/2022 às 20:19

Anvisa mantém máscara em voos e aeroportos e libera serviço de bordo

Redação Em Dia ES

Retomada do serviço de alimentação a bordo e uso da capacidade máxima dos ônibus que fazem transporte interno começam a valer no dia 22 de maio
Anvisa mantém máscara em voos e aeroportos e libera serviço de bordo. Foto: Banco de Imagens / Getty Images
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu, nesta quinta-feira (12), em reunião pública ordinária da Diretoria Colegiada, pela modificação da norma que trata das medidas a serem adotadas em aeroportos e aeronaves devido à Covid-19.

O uso de máscaras de proteção facial permanece obrigatório, as flexibilizações incluem a retomada do serviço de alimentação a bordo, a permissão para retirada de máscara para alimentação e retorno do uso da capacidade máxima para transporte de passageiros nos espaços internos dos aeroportos. As medidas começam a valer no dia 22 de maio.

As mudanças alteram a resolução 456 de dezembro de 2020, de acordo com o atual cenário epidemiológico da doença no Brasil e no mundo.

A resolução trata de medidas como a obrigatoriedade do uso de máscaras em portos e aeroportos, o desembarque de passageiros por fileiras e estabelece políticas de limpeza e desinfecção de aeronaves e ônibus internos.

Em seu voto, o diretor Alex Campos, relator da matéria, destacou que “as flexibilizações só foram viáveis devido à manutenção do uso de máscaras de proteção individual nesses ambientes”.

O diretor afirmou, ainda, que “as medidas precisam ser paulatinas, os riscos precisam ser continuamente avaliados e sopesados. As camadas de proteção visam permitir o acompanhamento dos benefícios trazidos por novas medidas implementadas, assim como dos eventuais riscos associados”.

Recomendações
A Anvisa recomenda que os serviços de bordo sejam os mais breves possíveis, de forma a não prejudicar significativamente o uso de máscaras pelos viajantes.

Além disso, todos os resíduos sólidos gerados devem ser recolhidos o mais breve possível, com atenção especial aos objetos que possam entrar em contato direto ou indireto com a boca, como copos, pratos, garfos e outros.

A proposta deliberada permite a retomada da atividade habitual dos ônibus comumente utilizados para transporte de passageiros para embarque e desembarque de aeronaves localizadas na área remota.

As mudanças também retiram a regra que permitia procedimentos de limpeza e desinfecção somente com as aeronaves completamente vazias. Os procedimentos poderão ocorrer mesmo antes da finalização do desembarque de passageiros. Além disso, o distanciamento físico entre passageiros deve ser mantido sempre que possível.

A Anvisa também manteve o desembarque realizado por fileiras de modo a reduzir aglomerações no corredor da aeronave e os riscos de contégio. Também serão mantidos os avisos sonoros sobre a Covid-19, com ajustes ao cenário pandêmico atual.

Melhora do cenário epidemiológico
O relaxamento de algumas medidas era visto como natural pelo colegiado da Anvisa, em função da melhora no cenário epidemiológico do país. Como adiantado pela reportagem da CNN, nesta quarta-feira (11), o órgão sanitário já afirmava existir “a necessidade de modulação paulatina de alguns dispositivos normativos para que as medidas impostas em aeroportos e aeronaves fossem proporcionais ao risco atual” da Covid-19.

O diretor relator do processo, Alex Machado Campos, afirmou que as medidas serão flexibilizadas em consonância ao melhor cenário epidemiológico do país. No entanto, ele deixa claro que a desobrigação das máscaras será a “última etapa”.

“Aeronaves e aeroportos são locais com elevada contaminação, localidades que se constituem grandes aldeias globais. E, portanto, é justamente a continuidade do uso da máscara que sustenta esses possíveis avanços paulatinos. A máscara é a última etapa e não podemos abrir mão delas por agora”, disse Alex Campos.

A decisão da Anvisa acompanhará, apenas em partes, as determinações adotadas em aeroportos da Europa, que começam a valer nesta segunda-feira (16). Isso porque, além das medidas flexibilizadas pelo órgão sanitário brasileiro, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (Easa) e o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) recomendaram a suspensão da obrigatoriedade de máscaras em voos e aeroportos da União Europeia.

Com informações de CNN Brasil
 
 
 

Fique em dia

  1. 1

    1 - Por que é tão importante cortar o açúcar após um procedimento estético? Por que é tão importante cortar o açúcar após um procedimento estético?
  2. 2

    2 - Ministério da Saúde alerta para acidentes que causam queimaduras em festas juninas Ministério da Saúde alerta para acidentes que causam queimaduras em festas juninas
  3. 3

    3 - Saúde vai liberar 4ª dose de vacina contra Covid para pessoas acima de 40 anos Saúde vai liberar 4ª dose de vacina contra Covid para pessoas acima de 40 anos
  4. 4

    4 - Dia Mundial sem Tabaco: tabagismo é a maior causa de câncer evitável do mundo Dia Mundial sem Tabaco: tabagismo é a maior causa de câncer evitável do mundo
  5. 5

    5 - Entenda o que é alopecia, doença de Jada Smith ironizada por Chris Rock no Oscar Entenda o que é alopecia, doença de Jada Smith ironizada por Chris Rock no Oscar
  6. 6

    6 - Consumo excessivo de alimentos gordurosos aumenta o risco de câncer de intestino Consumo excessivo de alimentos gordurosos aumenta o risco de câncer de intestino

Enquete

Resultado

O que mais incomoda na sua saúde no dia a dia?


  • Cansaço
  • Dor de Cabeça
  • Depressão
  • Estresse
  • Outros

 
 
 
 

Filme em Cartaz

 

BOLETIM

Receba nossas notícias por e-mail.

)
Logomarca